Faculdade de Comunicação da UFBA celebra seus 30 anos

No dia 01 de fevereiro, a FACOM comemora seu aniversário com uma programação variada. A data relembra a criação da unidade que anteriormente estava vinculada a Escola de Biblioteconomia, hoje Instituto de Ciências da Informação. A primeira atividade do dia é a inauguração da ala que abriga o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital (INCT-DD) seguida por uma mesa redonda que discute diversidade.

Durante a manhã serão lançados produtos desenvolvidos pelos alunos da faculdade. O Jornal da Facom circula com uma edição especial dedicada a este dia, enquanto o Impressão Digital 126, produto laboratorial da Oficina de Jornalismo Online,  apresenta novo design com um especial sobre o Fórum Social Mundial que acontece em Salvador em março. O Programa de Educação Tutorial PETCOM lança a edição digital da Revista Fraude, entre outras ações.

No Instagram, a memória da FACOM ficará no Baú da Facom.

Confira a programação completa:

9h – Inauguração da nova ala da Facom

10h30 – Auditório: Mesa “Multiplico direitos, fortaleço cidadania”, com José Roberto Severino (professor da Facom), Silvana Moura (Diretoria de Conteúdo do IRDEB) e Hélio Santos (Fundação Baobá).
Lançamento da campanha “Conviver com Respeito”
Exibição de teaser do documentário de 100 anos do Terreiro Bate Folha

12h30 – 1º andar, Sarau “A Casa é Sua” e inauguração do espaço colaborativo Ilê ti Com
14h – Confraternização de Encerramento da Gestão CulturAção (Centro Acadêmico Vladmir Herzog)
17h às 20h – Bloquinho do Paredão da Facom

 

Autores discutem sete características do webjornalismo em novo livro

Sete autores de sete países escrevendo sobre cada uma das características que marcam o jornalismo em redes digitais. Essa é a proposta do livro “Webjornalismo: 7 características que marcam a diferença”, organizado pelo professor João Canavilhas e lançado durante o IV Congresso Internacional de Ciberjornalismo, que encerra hoje na cidade portuguesa de Porto.

São abordados os tópicos hipertextualidade, multimedialidade, interatividade, memória, instantaneidade, personalização e ubiquidade, pelos autores João Canavilhas (Portugal), Ramón Salaverría (Espanha), Alejandro Rost (Argentina), Marcos Palacios (Brasil), Paul Bradshaw (Reino Unido), Mirko Lorenz (Alemanha) e John V. Pavlik (Estados Unidos), respectivamente.

O livro, editado pela Livros Labcom, da Universidade da Beira Interior, está disponível gratuitamente para download.

Primeiro especial da Folha sobre 1964

2014 é um ano importante para o Brasil não apenas por causa da eleição presidencial e da realização da Copa do Mundo de Futebol da Fifa. O ano marca os 50 anos da implementação do Regime Militar (1964-1985) no Brasil, com a tomada de comando do país pelos militares através da deposição de João Goulart. Jango, inclusive, está entre os principais personagens do primeiro especial da Folha sobre a data histórica.

A produção, realizada por trainees do veículo, serve como aperitivo para o que virá no primeiro dia do mês de abril. O especial traz uma linha de tempo sobre os momentos iniciais do golpe (não revolução), os principais atores envolvidos e as mudanças no país nas cinco décadas vindouras. O leitor encontra ainda dez momentos, antes do golpe, da história do Brasil em que as Forças Armadas interferiram diretamente na liderança política.

Primeiro especial da Folha sobre os 50 anos do golpe de 1964

Em 2014, também se comemora os 30 anos das Diretas Já!, será que em meio a tantos eventos e celebrações veremos alguma publicação sobre o movimento, já “confudido” como uma manifestação em homenagem ao aniversário da cidade de São Paulo?

50 anos esta manhã…. Kennedy morto

Uma memória para os que tem mais de 50…

Os jornais e revistas norte-americanos estão hoje cheios de espaços onde se responde à pergunta: “Where were you when you heard of…”

Eu me lembro exatamente de onde estava quando tomei conhecimento do assassinato: descia de um ônibus, no ponto final, no bairro do Tremembé, em São Paulo, e estava em frente ao Cine Ypê, o cinema de bairro que eu frequentava, quando ouvi alguém dizer (não para mim) : “Mataram Kennedy!” Parei ao lado, ouvi o resto da conversa e fiquei sabendo das circunstâncias…
Quem se lembra?

 

O New York Times traz um arquivo interativo de sua cobertura da época.

O Canal História exibe hoje três especiais.

Aqui cobertura especial da NBC.

Aqui a do Washington Post, com grandes fotos.

O Dallas Morning News montou um enorme especial…
…e tenta fazer negócio com a coisa.

A Time-Life se concentra no Funeral.

Cnn também fala em memória coletiva.

O Guardian tenta explicar a persistência do Mito.

E saiba quem interpretou a figura em filmes e séries de TV.

 

O Globo disponibiliza acervo digitalizado

Após quase dois anos de trabalho, o acervo de 88 anos de história do jornal O Globo foi digitalizado e disponibilizado para acesso ao público. Ao todo, são mais de 1,7 mil páginas e 9,2 milhões de artigos que, por enquanto, estão disponíveis gratuitamente.

Além da pesquisa simples, que pode ser filtrada por data e editorias, a página do Acervo O Globo possui mais seis seções: Rio de Histórias, Em Destaque, Charges e Humor, Fatos Históricos, Frases e Fotogalerias.

Além do jornal carioca, outros periódicos brasileiros também disponibilizaram o acervo digital, a exemplo da Folha de S.Paulo, do Estado de S.Paulo e a revista Veja.